segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Chega de amor à camisa

VILA OLÍMPICA
PELC vai dar dinheiro para projetos esportivos. Inscrições vão até o dia 12
por Nany Rabello

Existe sim. Em cidades como Niterói, Rio de Janeiro, e em alguns outros estados. Mas agora está chegando à nossa caríssima cidade também. O PELC, como é chamado o programa, já foi aprovado e os recursos liberados pelo Ministério do Esporte e Lazer e os cadastros dos projetos regionais já então sendo realizados pela equipe responsável.

A equipe responsável pelo projeto é formada por Valéria Dias, coordenadora do programa; Diana Cruguel, Daiana Cristina, Celso Siqueira e Ingrid Oliveira. O programa é pioneiro em Nova Iguaçu e visa formar uma rede comunitária de esporte e lazer na cidade, além de incentivar e auxiliar o maior número de projetos possíveis.


Inscrever-se é fácil. Se você tem um projeto de esporte/lazer nos bairros de Nova Iguaçu, traga-o até a SEMEL e inscreva-o no PELC, para receber o apoio da Prefeitura e todo auxílio necessário para que ele possa ser melhorado e não tenha que parar por falta de recursos. Mas o projeto tem que estar sendo realizado em algum local sem fins lucrativos, como ONGs, igrejas, etc. Clubes e outros locais que cedam seus espaços para projetos comunitários também valem.

Após ser entregue e cadastrada as propostas, haverá uma comissão avaliadora que irá definir quais serão aprovadas e poderão começar a receber os recursos do programa. Haverá então um cadastro dos alunos dos projetos aprovados e uma formação para os ‘oficineiros’. Após essa formação, os recursos, apoio necessário, material, pessoal para trabalhar com o projeto, etc, serão liberados.

“O projeto está sendo muito bem recebido pela população, já há mais de 20 propostas inscritas”, diz Daiana Cristina, que faz parte da equipe do programa. E até o dia 12 de agosto ainda estarão recebendo as inscrições.
No primeiro momento do projeto, haverá prioridade para determinadas regiões, chamadas de URGs. As principais para esse projeto são: Vila de Cava, Cabuçu, Posse e Miguel Couto. Essas regiões, chamadas de 'polo', são os “lugares esquecidos” da cidade, e por isso terão prioridade.

Tendo o lazer como proposta principal, o PELC se divide em três segmentos de público-alvo: Vida Saudável, Todas as faixas etárias e Pronace. Na primeira fase do programa, o Pronace será priorizado, pois se foca no público jovem e adolescente, mas pode haver adaptações se outras pessoas quiserem participar. O número de vagas por projeto depende do espaço onde o projeto é executado.

O PELC fará parte do ‘Viradão Esportivo’, que acontece em Novembro, e já tem um calendário lotado, com as datas das formações, e já está planejando a festa de sua inauguração, que ainda será divulgada e o nosso querido blog irá trazer exclusivamente.



Interatividade:
Você acha que a torcida do Flamengo tem razão quando xinga Ronaldo Fenômeno, que trocou o amor pelo seu time de coração pela estrutura do Corinthians?

Um comentário: