sexta-feira, 11 de abril de 2008

Cadê os cinemas de praça de Nova Iguaçu?

"O fim dessas salas se deu por não acompanharem o desenvolvimento das grandes industrias cinematográficas, restando somente as 'pornochanchadas' e os eternos filmes de Bruce Lee." Marcelo Borghi. Por Flávia Ferreira.

Imagem - Mariane Dias
Há várias teses para a falência das salas tradicionais de cinema. Uns dizem que a culpa é da violência urbana, que restringe a movimentação das pessoas a locais seguros como os shopping centers. Outros afirmam que o esvaziamento se deveu ao à pluralidade de ofertas culturais da sociedade atual, que vão da televisão à lan house. Há, por fim, quem associe o problema ao fenômeno da pirataria, que oferece ao consumidor filmes inéditos e baratos.

Qualquer que seja a razão, faz parte do passado a época em que, só no centro de Nova Iguaçu, tínhamos o Cine Santa Rosa, o Cine Pavilhão, o Cine Iguaçu e o Cine Verde. Dessa época, restou apenas o Cine Verde, e mesmo assim de forma para lá de precária. Também ficaram na saudade os cinemas de bairro, como o Marialva de Miguel Couto. "Sinto saudade daquele tempo bom", desabafa João, o antigo projecionista desse cinema, que funcionava no mercado do bairro e a cada dia perde o que restou de seu equipamento. "Afinal, o cinema sempre tem importância, sendo ele um meio de comunicação e diversão."

O mais importante desses cinemas era o Cine Iguaçu, que tinha capacidade para 1500 pessoas. O ator e produtor cultural Marcelo Borghi herdou do seu bisavô, Antônio Vaz Teixeira, não herdou apenas o prédio na esquina da Getúlio Vargas. Sonhador como fundador do cinema falido há cerca de uma década, Borghi pretende implantar no local um Cine Estação, nos moldes do Unibanco Artiplex. "O fim dessas salas se deu por não acompanharem o desenvolvimento das grandes indústrias cinematográficas, restando somente as pornochanchadas e os eternos filmes de Bruce Lee", avalia.

A funcionária pública Sandra Baroni acompanhou de perto o apogeu desses falidos cinemas de praça, dos quais sente muita falta. "Os cinemas de praça de Nova Iguaçu sumiram, mas a verdade é que nos bairros do Rio de Janeiro os cinemas de rua também acabaram com o aumento desenfreado da violência", diz Baroni. "Na década de 90, as pessoas começaram a procurar cinemas no shopping, onde se sentiam mais seguras."

Apaixonada por cinema, Sandra conta que sente muita falta das salas tradicionais. Para ela, só as pessoas que nunca entenderam o real significado do cinema é que não sentem falta da pipoca com Coca-Cola na sala escura. "Cinema é sonho e emoção. Cinema é tudo", conclui.
Ainda existem iniciativas que percorrem o Brasil levando cinema para a periferia. Um exemplo foi o projeto Cine Tela Brasil, sobre o qual publicamos um post no fim de 2007. Esse também é o caso do Iguacine, o primeiro festival de cinema de Nova Iguaçu. Vale lembrar que o festival começará com a exibição do filme Mutum, dirigido por Sandra Kogut, em uma sessão denominada "Minha primeira vez no cinema". Esperamos que surjam aí sonhadores como Sandra e Marcelo.

14 comentários:

  1. Adoria ver estes cinemas funcionando novamente, lembro-me quando fui ver a estreia de "lua de cristal" da Xuxa.
    Tempo bom realmente.

    Vânia Teixeira

    ResponderExcluir
  2. Achei esta materia por acaso, e gostaria de diser que me emocionei ao ver a foto do cine verde, passei boa parte da minha infancia e adolecencia la, na foto aparece aqueles tijolos furados.. na parte superior, e pois por traz deles ficavam as maquinas de projecao. Eram 2 delas e mas um gerador que era acoplado um motor de fusca. Como eu sei disto? Simples meu avo Alcides Viera de Moura Sa, conehecido como seu Cid foi gerente do cinema por 41 anos, abcs

    ResponderExcluir
  3. O fim desses chamados cinemas de praça, nada mais è do que uma evolução natural dos tempos. Alem da pirataria, surgimento de outras mídias como a Internet e Tv a cabo, sem dúvida o principal motivo foram os Cinemas de shoping, que dão mais conforto, atrativos e segurança para o público. Agora, sò mesmo quem frequentou,sabe da magia que existia nessas salas. Bons tempos...

    ResponderExcluir
  4. Bom, lembrar que ja estamos em 2010 e o Cine Verde(Ultimo dos moicanos)ja não existe mais. Deu lugar a uma loja de eletrodomesticos.

    ResponderExcluir
  5. ... A ÚLTIMA SÉRIE DE CADEIRAS DO CINE VERDE SEMPRE FOI UM PONTO DE ENCONTRO PARA NAMORADOS TROCAREM BEIJOS E ABRAÇOS, ACARICIAREM DISCRETAMENTE SEIOS, COXAS E ATÉ FAZEREM INCURSÕES MAIS OUSADAS, SEM CHAMAREM A ATENÇÃO COM GEMIDOS E SUSPIROS ABAFADOS... UMA DELÍCIA, COMO PODEM IMAGINAR OU MESMO LEMBRAR... UM SONHO ERÓTICO,SEMPRE LEMBRADO COM SAUDADE... LEMBRAM ?
    DESCREVAM SUAS EXPERIÊNCIAS SEXUAIS! VALE A PENA RECORDAR AS BOLINAÇÕES E O CONTATO MORNO COM O SEXO ARDENTE DE DESEJO... ESCREVAM SUAS EXPERIÊNCIAS DE INICIAÇÃO E COMO ERA GOSTOSO SENTIR OS DEDOS INVADINDO AQUELAS CARNES TÉPIDAS QUE SE ABRIAM ANSIOSAS E COMO AS MÃOS TRÊMULAS EMPUNHAVAM LOGO COM ÂNSIA E GULA OS MEMBROS DUROS E PULSANTES DOS NAMORADOS...
    ... FICO COM O PÊNIS RIJO SÓ DE LEMBRAR...
    ....... DESCREVA SUAS EXPERIÊNCIAS PESSOAIS...
    ... HOJE EM DIA AS GAROTA TEM MUITO PARA DIZER..
    ............ APROVEITEM ESTE ESPAÇO E FAÇAM SUAS CONFISSÕES... COMO FOI NO INÍCIO... UM TESÃO...

    ResponderExcluir
  6. ... MAIS UMA LOJA PARA VENDER TRALHAS E ENDIVIDAR AINDA MAIS ESTE POBRE POVINHO SEM LOCAIS DISCRETOS PARA SEUS ESCONTROS...
    UMA LÁSTIMA...

    ResponderExcluir
  7. Sinto falta dos cinemas de rua em Nova Iguaçu Center Iguaçu,River Iguaçu(antigo Cine Iguaçu),Cine Verde eu aproveitei muito nesses extintos cinemas o River bem que podia voltar poderia seguir o estilo Unibanco Artiplex seria uma boa a volta dos cinemas de rua.

    ResponderExcluir
  8. Também achei esta matéria por acaso. tenho muitas lembranças do Cine Verde, passei o final de minha infância, toda a adolescência e uma parte da vida adulta assistindo filmes neste cinema. Quando ele se tornou cinema pornõ continuei frequentando e vivi algumas boas aventuras lá dentro. Tenho saudades, hoje já não moro mais em Nova iguaçu e soube há pouco tempo que o Cine verde não existe mais.

    ResponderExcluir
  9. Dizem que o cine center iguaçu ainda funciona, mas só passa pornô.

    NUnca mais fui a N. Iguaçu, mas meu primo mora no predio do center.

    ResponderExcluir
  10. Alguem tem algo sobre o Cine Pavilhão ? Era na Otavio Tarquino.

    ResponderExcluir
  11. Saudades desse tempo de muita coisa boa que hoje não se fala mais...hoje só tem.violencia falta de amor e.respeito...vejo o passado desses cinemas culturas ...

    ResponderExcluir
  12. Saudades desse tempo de muita coisa boa que hoje não se fala mais...hoje só tem.violencia falta de amor e.respeito...vejo o passado desses cinemas culturas ...

    ResponderExcluir
  13. Tenho a dizer a todos que cinemas trouxe muita coisa boa. Lembro do.filme.que vi no cine verde Xuxa e saltimbancos trapalhões, vi o filme americano a mosca,entre outros...sinto pena da juventude que não teve essa cultura antiga que nessa época era luxo...Abraços .saudades desses velhos tempos cheio de carinho,respeito,e amor,que cada dia vem sendo um caos na sociedade...

    ResponderExcluir
  14. Tenho a dizer a todos que cinemas trouxe muita coisa boa. Lembro do.filme.que vi no cine verde Xuxa e saltimbancos trapalhões, vi o filme americano a mosca,entre outros...sinto pena da juventude que não teve essa cultura antiga que nessa época era luxo...Abraços .saudades desses velhos tempos cheio de carinho,respeito,e amor,que cada dia vem sendo um caos na sociedade...

    ResponderExcluir