segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Imagens na carrapeta

O IGUACINE VEM AÍ

VJ Paulo China já se apresentou até com o Black Eyed Peas, mas continua morando na Baixada
por Mayara Freire e fotos de Bruna Jacubovski

Uma nova profissão, não muito reconhecida, surgiu no meio audiovisual aproximadamente há 10 anos. O VJ, também conhecido como video jockey ou visual jammer, é o artista que representa uma das mais recentes formas de expressão da atualidade, a vídeo performance, ou seja, a criação e manipulação de imagens em tempo real. E quem tem representado muito bem nessa atuação é o morador de Nova Iguaçu, nascido em Alagoas, Paulo China. Técnico em Produção de TV e Vídeo e editor, ele começou a trabalhar como VJ em 2004.

Segundo China, este profissional faz um repertório visual para produzir imagens que dialogam e complementam uma apresentação musical. “O VJ veio para somar, como um novo elemento. Esses recursos visuais são mais uma forma de comunicação. Tem gente que esquece o show e presta atenção nas imagens. Por isso, sempre coloco vídeos com algum significado, pois quero que causem um impacto no público”, explica. Há pouco tempo ele ampliou seu trabalho em alguns eventos, ao misturar a arte de criar vídeos com a de “discotecar” nas noites cariocas. Essa derivação é chamada de VDJ, uma mistura de VJ com DJ.

A escolha da profissão foi durante uma pesquisa na internet, para conhecer novos mercados. “Desanimei ao descobrir que era um mercado fechado, com equipamentos muito caros”, conta. Mas isso efetivamente mudou quando foi convidado a trabalhar com o conceituado diretor de TV Jodele Larcher, um dos precursores na produção de videoclips no país, além de ser um dos primeiros VJs brasileiros. Desde então, Paulo China começou a fazer inúmeros cenários virtuais para artistas. Seu primeiro foi para o show de Gilberto Gil, no DVD Eletroacústico. China também já fez cenários virtuais em peças de teatro, situação em que o trabalho do VJ se confunde com o do cenógrafo.

O VJ explicou como funciona o processo de seleção de imagens. “Tudo começa quando eu escuto todas as músicas do repertório, para criar um conceito e selecionar as imagens certas. Inclusive preciso das letras, músicas e o set list. É todo um trabalho de pesquisa. Tenho banco de imagens ou quando surge algo novo, procuro na internet, o que facilita muito nosso trabalho. Com o avanço da informática, surgiu um certo modismo, com inúmeras pessoas tentando produzir imagens. "Mas não é só glamour", alerta. "Tem prazos e cobranças. Dá trabalho para fazer, mas sou apaixonado por isso”.

No mercado há cinco anos, China já tem um currículo considerável. "Já trabalhei com Roberto Carlos, Black Eyed Peas, para festivais de música como o Nokia Trends, SkolBeats, Noites Cariocas e Humaitá Pra Peixe e para programas de TV como Tributo a Renato Russo e Estação Globo com Ivete Sangalo" enumera o VJ. Entre festas, China fez o lançamento de grife no Hotel Glória e tocou com o produtor, cantor e DJ Moby. Mas toda essa solicitação não fez com que abandonasse a Baixada. China também participou de eventos dos cineclubes Mate com Angu, Buraco do Getúlio e Cineclube Digital.

Atualmente China faz parte do coletivo Somos Soundsystem, constituído de mais três integrantes que se dedicam ao VJing. Sobre a evolução e futuro da profissão, ele destacou: “Já trabalho no palco como integrante da banda Sotaque Carregado, formado com músicos do Rio Maracatu e Forroçacana. Acredito que daqui a um tempo os VDJs também vão virar atração principal de shows”.

Confira mais sobre o trabalho do VJ Paulo China nos links:
http://www.youtube.com/watch?v=YfoE6-NRGqI
http://www.youtube.com/watch?v=gZN6HkfvJk0

Interatividade:
Qual foi o último show que você com projeções de VJs?

3 comentários:

  1. "Gostaria muito de agradecer ao jovem repórter desta coluna pelas limhas dispensadas a mim
    (VJ Mossad),por fazer parte deste referido coletivo visual e por ter participado desta apresentação...Isso que e reportagem completa..Sera?

    Shalom, Mossad...

    ResponderExcluir
  2. IMAGENS DO CHINA,

    O videodocumentário que aborda a habilidades do VDJ's terá exibição, no dia 25 de setembro, às 19 horas, no Cine Batuque, no Sesc-Meriti.
    Os interessados no universo dos VJ's serão muito vem vindos. Vamos trocar idéias com o VJ Paulo China. Espero todos vocês.

    Mauro Viana
    jornalista

    ResponderExcluir