sexta-feira, 14 de agosto de 2009

De olho no futuro

FORMAÇÃO

Mediadora quer mudar o rumo da sociedade fazendo a sua parte no Bairro-Escola
por Alexia Sousa

Suellen da Silva Araújo, 18 anos, faz formação normal. Ela estava na formação dos mediadores na Escola Municipal Monteiro Lobato, onde participou de todas as oficinas realizadas, dentre elas, uma em que as mediadoras tinham que fazer propostas para a melhoria da educação na sala de aula. Em relação à oficina, Suellen diz: “Achei que foi um exercício comum, pelo fato de estar sempre fazendo esse tipo de tarefas. Eu tirei muito proveito e levarei para a sala de aula. Aprendi que devemos respeitar mais a individualidade do aluno”.

Ao se preparar para ser professora, ela procurou saber onde poderia começar a atuar na educação. Foi aí que ela conheceu o programa Bairro-Escola e se interessou. “Estou nesse rumo porque acredito que a educação de hoje mudará o futuro da sociedade. Eu amo lidar com crianças, educá-las. E o Bairro-Escola é um ótimo passo para essa mudança”, diz a dedicada mediadora. É com esse entusiasmo que há seis meses ela tem atuado na Escola Municipal Heitor Dantas, trabalhando com crianças de 6 a 10 anos.

A mediadora diz que prefere trabalhar com as crianças mais novas porque, em sua opinião, as mais velhas são mais agitadas e já têm a personalidade formada, o que dificulta a relação.

Ela diz que o Bairro-Escola é um ótimo meio para as crianças interagirem com a escola. E ao estar lá, a criança passa a ter assistência pedagógica, mais atenção dos professores e mediadores e oficinas educativas, que são um meio de ensinar com divertimento. Ao sair da oficina, Suellen diz ter aprendido coisas produtivas para passar aos seus futuros alunos.


Interatividade:
O que você já conseguiu com sua persistência?

Nenhum comentário:

Postar um comentário