domingo, 30 de agosto de 2009

Olhar diferenciado

ONTEM, NO II IGUACINE

Produzida por alunos da Escola Livre de Cinema, um documentário compara o bairro de Miguel Couto com a capital paulista e mineira
Carine Caitano

Sábado, manhã de sol, 3º dia do Iguacine. Na Escola Livre de Cinema, a Oficina Imagens Cidadã é ministrada por Fabrício Noronha e Nego JC para alunos da escola.

Oferecida pelo Itaú Cultural, a Oficina da Onda Cidadã de produção audiovisual foi construída durante um bate papo entre alunos e oficineiros. Um deles é Fabrício Noronha, participante do Sol na Garganta do Futuro. Na direção do Cine Falcatrua desde 2003, ele propõe um repensar do circuito de cinema. Defende que as produções devem ser livres e divulgadas na internet, priorizando o acesso fácil. Nego JC, de Cidade Tiradentes, é integrante do coletivo Filmagens Periféricas. A oficina, repensada a cada experiência, ja foi feita em cinco pontos de seu estado.

A ideia foi articulada com os participantes, que decidiram coletar imagens de Miguel Couto e compará-las com relações e acontecimentos mineiros e paulistas. Nas ruas, os alunos surpreenderam moradores com câmeras, extintas do cotidiano. De volta a sede da escola com 3 olhares sobre o bairro, os alunos se reuniram na sala de edição para finalizar o material. A produção você confere aqui, no Jovem Repórter.

Interatividade:
Como é o movimento no centro do seu bairro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário