quinta-feira, 9 de julho de 2009

Nossa responsabilidade

MIGUEL COUTO

Mediadora cultural da Ana Maria Ramalho acha que está contribuindo para mudança da educação
por Camilla Medeiros

A mediadora de cultura Cátia Neves, de 32 anos, entrou na Escola Municipal Ana Maria Ramalho, em Miguel Couto, para trabalhar no programa Mais Educação. Interessou-se tanto pela educação que, assim que pôde, se matriculou em uma universidade. Hoje, Cátia já está terminando seu curso de pedagogia.

Dedicada em sua profissão, a mediadora afirma que o início de todo sucesso está em uma boa educação. “Como se costuma dizer, a educação é a base de tudo. Acredito nisso, sempre acreditei.”

Numa conversa bem agradável, Cátia nos contou um pouco sobre sua experiência e sobre suas expectativas quanto ao programa. Os encontros dos mediadores todas as segundas-feiras servem como orientação prática para o trabalho. “Lá trocamos oficinas, ideias e resultados de todos os nossos esforços. São fundamentais para a melhoria de nossa atuação na escola.”
Esse trabalho que vem sendo desenvolvido enfrenta, no entanto, algumas barreiras que precisam ser superadas: “As oficinas e o horário integral já fazem parte da rotina dessas crianças. Sendo assim, foi difícil começar esse ano letivo sem esse período extra na escola. Seria importante para as crianças que o horário integral começasse junto com as aulas”, continua.

Como mediadora, Cátia reconhece que é preciso se dispor a aprender cada vez mais, e esse é um processo contínuo, que exige dedicação. “Teoria e prática devem caminhar juntas a favor de uma educação de qualidade, e isso exige investimento de tempo, e principalmente paixão pela profissão.”
Saber que está contribuindo para a transformação da educação é também o grande motivador de sua atitude, e reconhece: “Muitas vezes, esperamos de nossas autoridades uma ação para a mudança, e assim tiramos de nós a responsabilidade. É preciso saber que também somos responsáveis. Precisamos nos movimentar, fazer a nossa parte!”

Ter consciência de sua responsabilidade e partir para a ação são os dois ingredientes fundamentais para a melhoria da educação. E Cátia Neves é um belo exemplo dessa mistura. Se dispôs a mudar e tem feito um ótimo trabalho dentro de sua escola.


Interatividade:
Como foi que você descobriu a vocação para o trabalho que faz?

Um comentário:

  1. Oi eu gostei muito dessa maeria foi muito interesante.
    e sem comentário

    ResponderExcluir