quinta-feira, 2 de julho de 2009

Parceira de todas as horas e escolas

JARDIM NOVA ERA

Associação dos moradores de Nova Era se torna parceira de todas as escolas do bairro
por Edson Borges Geoeducador e Fernanda Bastos da Silva

A associação de moradores do bairro Jardim Nova Era em reunião com o supervisor Felipe Barbosa Carvalho, 26 anos, da Equipe de Pesquisa de Campo do Programa de Apoio aos Parceiros do Bairro Escola (PAPBE) – em cooperação entre a Prefeitura Municipal e o Programa de Apoio ao Trabalhador Autônomo, ATA, do Governo Federal, firmou parceria conjunta com as quatro escolas do Bairro que comportam cerca de dois mil alunos. Este foi o primeiro passo na cerimônia de casamento das escolas de Nova Era com os parceiros do Bairro Escola.

Tudo começou a partir da iniciativa de Valéria Zabot, 41 anos, diretora da Escola Municipal Profª Dulce de M. Raunheitti Ribeiro. Ela procurou Eliane Leocardo, 42 anos, presidente da associação de moradores e sua amiga para solicitar parceria com a escola. Após dar sinalização positiva, Eliane procurou também as outras três escolas (Leopoldina M. B. de Barros, Nova Era, conhecida como “Brizolinha” e Milton Gonçalves) para oferecer parcerias. Tais parcerias foram finalmente firmadas na reunião, com todo os trâmites burocráticos, entre eles o Pré-diagnóstico.

Com 24 anos de fundação e 22 de registro (CNPJ) a Associação dos Moradores de Jardim Nova Era é um espaço comunitário que fica na Rua Alcir Brasil, nº 492. Ela oferece apoio à população através de ofícios de reivindicação de serviços públicos e privados e com alguns projetos de iniciativa da associação como oftalmologia para a população (que irá reiniciar em julho) e o evento de incentivo à leitura “Histórias com Pipoca” (realizado todo ano) além de parcerias como o Mova Brasil da Petrobras, oferecendo Alfabetização na modalidade Jovens e Adultos.

A presidente Eliane ainda participa da Associação de amigos e portadores de Lupo - Pedro Ernesto, UERJ - e do Centro Cultural Ação da Cidadania (este último com um comitê da associação). Com cerca de um ano no cargo, a líder comunitária vê no Programa Bairro Escola uma iniciativa para trazer desenvolvimento para o bairro. Ela afirmou que a população, que esperou por 40 anos o saneamento e pavimentação das ruas, se orgulha do fato de restarem apenas 7 para a conclusão das obras. A respeito do “casamento” com as escolas e parceiros ela diz “o sol nasceu para todos e podemos todos crescer e brilhar juntos sem nenhum apagar o outro”.

Durante a reunião com o PAPBE - ATA, Eliane sugeriu, dentre as oficinas descritas no pré-diagnóstico, as de Pintura, Dança, Capoeira, Xadrez, Escultura, Desenho, Fotografia, Ginástica, Língua Estrangeira, Tênis de Mesa, Circo, Viveiro, Horta e Recreação. Felipe complementou que algumas delas poderão ser realizadas pela galera do Projovem que foi capacitada para aplicá-las.
A apresentação da equipe do Jovem Repórter foi feita diretamente pelo CPP da E. M. Leopoldina M. B. de Barros, André Felipe Moreira, 36 anos. Ele, que é “casado” com a Escola Dulce a partir de sua esposa, a também CPP Telma Cristina Brandão Moreira, 32, ficou feliz em ver suas expectativas se concretizando. Como ele já possui experiência nas quatro escolas do bairro, ressaltou que espera que a ação seja promotora de diminuição da ociosidade das crianças. Em suas palavras “agora ninguém vai ficar a toa em Nova Era”.


Interatividade:
Se você é de Nova Era, diga quais outras oficinas gostaria que fossem oferecidas no bairro.

2 comentários:

  1. muito discurso e nemhuma ação,vejo muito bla,bla bla,muita gente querendo se dar bem,posto de saude sem medicos,sem remedios,marcaçãode exame que demora 5 meses,escola onde as cardapios das escola que não passa de macarrão com salsicha todos os dias,lampadas que não se acede lampadas que não se apaga,ruas que não sujas e emburacadas

    ResponderExcluir
  2. projeto de contenção da encosta na serra de madureira ,projetado pela uerg em 1997 que estava orçado e averbado,quando sera executado,
    e a serla? e as galerias de agua pluvial? porque amigo estas manilhinha não aguenta tantas vertentes de descida de agua da serra ,tome distancia vai ate o palmares dê uma olhadinha para serra e veja,pense ,se eu tenho razão um abraço.

    ResponderExcluir