terça-feira, 21 de julho de 2009

Mala cheia

SEJA

O II Fórum de Educação de Jovens e Adultos de Nova Iguaçu apresentou oficina sobre direitos universais do homem.
por Wanderson Duke

Julemir de Souza, escritor e arte-educador desde 1980, chegou com a mala cheia à Escola Municipal Monteiro Lobato, no Centro, para o encontro do II Fórum de Educação de Jovens e Adultos de Nova Iguaçu. Com quatorze livros publicados, ele criou uma oficina sobre os direitos universais do ser humano a partir de alguns títulos seus, “Meu rádio, meu amigo”, "Pescador de estrelas” e “Ana Maria Gorda Gordinha”.

Um dos tópicos trabalhados na oficina chama-se “Eu adoro aparecer”, também título de um de seus livros. É uma espécie de queixa dos professores, que perceberem que durante as aulas alguns alunos têm a necessidade de “aparecer” e consequentemente atrapalhar a aula. “Com isso eles não desenvolvem suas tarefas direito, por exemplo, os trabalhos para casa”, exemplifica Julemir.

Fundamentado na tese do livro “Muito obrigado, estou desempregado”, cujo objetivo é mostrar a Declaração Universal dos Direitos do Homem, o conteúdo programático foi organizado em palestras de direitos, deveres e responsabilidades de todos. Na dinâmica do grupo pode-se perceber uma atenção especial à convivência do ser humano. "É importante apresentar e levar isso aos professores, para que eles apresentem aos seus alunos essa forma de convivência”.

Joana Motta, de 32 anos, acredita na experiencia vivida na oficina, da qual saiu com um novo olhar para seu ofício. "Tudo que diz respeito à comunicação hoje em dia é importante. Não podemos simplesmente fazer com que os alunos saibam de seus deveres e direitos. Eles já estão cansados de ouvir isso. É preciso fazer com que eles percebam que só através da comunicação, do diálogo e troca de informação, é que conseguirão uma vida realmente feliz em todos os aspectos", diz Joana.

Interatividade:
Que outros livros nos ajudam a entender a Declaração Universal dos Direitos do Homem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário