sexta-feira, 24 de julho de 2009

Homem de prata

JOGOS DE INVERNO


Rogério Lyrio e a equipe de Nova Iguaçu trazem a Medalha de Prata do Tênis de Mesa nos Jogos de Inverno 2009
por Edson Borges Vicente

Criador do evento “Baixada Open de Tênis de Mesa” (que, esse ano, será realizado na Vila Olímpica), o servidor público Rogério Reis Lyrio, 40 anos, é orgulho para a cidade de Nova Iguaçu. Convocado às pressas para compor as equipes que defenderiam o município nos Jogos de Inverno em Teresópolis, só conseguiu montar a equipe adulta masculina mas isso não o impediu de ter sua cadeira reservada na mesa dos medalhistas.

“Almar (o coordenador da modalidade em Nova Iguaçu) me chamou na quarta-feira, dizendo que já tinha que me apresentar na quinta. Só pude montar a equipe de adultos”, afirma o treinador, que não se assustou com a convocação por ter conhecido muita gente por ser organizador de evento. Se soubesse com antecedência, garante o servidor público, o tênis de Nova Iguaçu também seria representado por equipes femininas, juvenis e infantis.

Os heróis, além de Rogério, foram: Pedro da Silva Neves, 49 anos, e Marcos Borguezam Junior, 24 anos. Eles venceram o anfitrião Teresópolis (que é uma equipe federada) e encararam o Petrópolis (outra equipe federada). O vice-campeonato de prata teve sabor de ouro.

 Jogos de Inverno - Rogério Lyrio



Rogério é um esportista dedicado. Sua paixão pelo tênis de mesa começou através de amigos. A observação foi seu primeiro passo para ingressar no esporte. “Conheci gente que brincava e daí comecei a jogar”, conta, ressaltando que a derrota é um grande aprendizado. “Você vai jogando, jogando e aí perde. Então pensa: 'por que alguém consegue e a gente não? Daí joga mais ainda'”. Mas a derrota pura e simples não leva a lugar algum. Ele ensina que devemos perseverar. “Tem gente que perde e se acomoda. Desiste. Eu não! Se eu quero uma coisa eu corro atrás. Perdia de zero e continuava”.

Para os interessados em dar umas raquetadas, nosso homem de prata tem um conselho. Para ele a experiência dos outros é um material didático poderoso: “Tudo na vida é uma questão de começar. As pessoas têm que se espelhar em alguém. Você vê alguém jogando e tenta fazer também. Insiste, treina. Ao final, com esforço você aprende”.
Dono de sua ferramenta de trabalho, ele conta que confecciona suas raquetes comprando a borracha aderente e colando em casa. Há tipos para iniciantes que são mais acessíveis e já vêm montadas e importadas profissionais, que custam um pouco mais. Mas todos os bolsos podem ter umazinha pra se divertir. O que não pode é sair por aí dando raquetadas em ninguém. Confronto só na mesa do esporte que exige muita agilidade e concentração.

Mas, e a emoção da medalha? O que é estar diante de equipes formadas, oficializadas, federadas e dar trabalho para elas? Num evento estadual e representando uma cidade de quase 1 milhão de habitantes, trazer pra casa a prata é um grande feito. E para os homens da mesa isso é novo. Estão representando a Cidade-Perfume pela primeira vez. Rogério diz ter gostado muito do torneio e ficou muito satisfeito com o resultado diante das circunstâncias.

A prata nos Jogos de Inverno está longe de ser a maior conquista de Rogério Lyrio, que também ficou em segundo lugar nos Jogos Abertos do Interior, quando ainda morava em Queimados. Ele também organiza o Baixada Open desde 2003. “No último evento, 250 pessoas participaram mesmo com um dia de chuva. Se não chovesse, umas quarenta pessoas a mais teriam ido. Esse próximo, por ser na Vila olímpica, atrairá mais pessoas até por que a prefeitura está divulgando. A previsão é de cerca de 300 pessoas”. Afirma Rogério.

Pra não ficar só no “foi assim, foi assado” abaixo vão as informações sobre o próximo torneio de mesa. O 11º Baixada Open de Tênis de Mesa acontecerá em outubro na quadra da Vila Olímpica de Nova Iguaçu e receberá em quatro dias, somente categorias não federadas.

Dia 17/10 - Recreação grátis das 9 as 13h. A partir das 14h, supertorneio com os melhores jogadores do Rio de Janeiro.
Dia 18/10 – Torneio com as inscrições por um quilo de alimento e haverá jogos eliminatórios nas seguintes categorias: Mirim - Infantil - Juvenil e Adulto.
Dia 24/10 - Torneio recebendo estudantes de escolas da Baixada nas mesmas categorias.
Dia 25/10 - Outro torneio – Neste as inscrições serão R$ 5 nas categorias iniciantes como A-B-C e R$ 10 nas categorias amadoras, iniciando às 13h30.
As inscrições são, no dia, das 8h30 às 9h30.

Quer saber, é tanto jogo, tanta mesa que tá dando até fome. Mesa lembra também comida, prata lembra garfo e faca e quem quiser saber mais e tirar dúvidas o telefone de informações é 9407-0296 – falar com o próprio Rogério – o medalhista de prata da mesa.


Interatividade:
Você é do tipo que chora quando vê algum atleta recebendo alguma medalha conquistada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário