segunda-feira, 16 de março de 2009

Informação sobre trilhos

por Joseane Antunes e Lucas Lima
foto: Lucas Lima


Vagões de trem são locais propícios à leitura, para aqueles que querem se distrair e fazer passar o tempo. Aliando esse passatempo com a vontade de se informar, alguns passageiros aderiram ao hábito de ler jornais, vendidos nas estações ou mesmo no interior do transporte. Os mais baratos e com linguagem mais acessível geralmente são os mais escolhidos.

Incomodados com o balanço do trem, alguns passageiros não leem durante a viagem. “É difícil ler o jornal no trem porque sacode muito”, diz a doméstica Marilane Costa, 31 anos. Mas eles estão longe de ser a maioria “Tinha que ter uma mesinha pra apoiar, que ia ser mais tranquilo”, brinca Douglas Flores, 20 anos, que apesar do pouco estudo – não tem o primeiro grau concluído – não dispensa a leitura diária.

Também viciado na leitura jornalística é o jovem Rodolfo Junior, 21 anos. “Eu sempre gostei de ler", diz ele, que só não lê nas três vezes por semana em que viaja de trem quando o vagão está superlotado. "Quando balança muito, tem que dar uma paradinha.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário