quinta-feira, 25 de junho de 2009

Sim, nós temos Afro-Reggae

JARDIM NOVA ERA

Ong de projeção nacional só cresce no Jardim Nova Era
por Wanderson Santos

A
coordenadora geral do núcleo Afro-Reggae de Nova Iguaçu, Nilzete Cavendish, está tremendamente empolgada com o sucesso do projeto. Segundo ela, nesses dois anos em que o projeto atua no bairro Jardim Nova Era é notável uma maior articulação das crianças e adolescentes que estão no projeto. "Todos eles vêm mostrando um desempenho que até hoje, nos sete anos que faço parte da Ong, não tinha visto. Isso me alegra e me motiva", afirma Nilzete.

Quando entrou na Ong Afro-Reggae, em 2002 na favela de Vigário Geral (o núcleo central do projeto), estava deslumbrada com a forma e disciplina com que era regido o projeto. "É indispensável que se tenha um planejamento de tudo o que é feito dentro do Afro-Regaae, mas o comprometimento não parte apenas dos coordenadores e da supervisão geral, nas principalmente dos jovens que freqüentam as disciplinas e desenvolvem seus dons",acrescenta.

Em 2007 a ONG se instalou em Jardim Nova Era e Nilzete foi transferida para reger esse nova célula. "Os jovens chegaram gradativamente mas, como se pode observar hoje, temos um grande número de pessoas freqüentando todas as oficinas, nos horários da manhã e tarde", diz.
Há ainda uma questão fundamental para a maioria dos jovens. Segundo ela, os estudantes das oficinas que se destacam, ficam como supervisores do grupo, auxiliando o coordenador geral. Ao serem promovidos a supervisores eles recebem uma bolsa-auxílio do projeto para que continuem exercendo suas atividades junto à ONG. “Aliás, essa é nossa principal preocupação, que eles tenham ocupação, ao invés de ficar nas ruas".

Como nenhuma ONG funciona sem parcerias, o Afro-Reggae tem a ajuda do CISANE, de onde sempre chega gente nova com vontade de aprender e participar do projeto. Tanto o Afro-Reggae quanto o CISANE oferecem oficinas de graffiti, percussão, circo e de teatro, por exemplo. “Somos um grande corpo em que cada membro se articula com a força do outro. Estou cem por cento comprometida com a ONG e acredito firmemente no seu propósito", finaliza Nilzete.


Interatividade:
Qual das oficinas oferecidas pelo Afro-Reggae você gostaria de participar ?

Um comentário:

  1. O AFROREGGAE MUDOU MINHA VIDA PARA MELHOR GRAÇAS AO MEU BOM DEUS QUE TROUXE O AFROREGGAE.
    MUITOS JOVENS MUDARAM PARA MELHOR

    ResponderExcluir