terça-feira, 16 de junho de 2009

O dia mais divertido da escola

MIGUEL COUTO

Crianças da Ana Maria Ramalho descobrem brincadeiras preferidas do bairro
por Camilla Medeiros

Um trabalho de resgate da memória coletiva foi realizado na Escola Municipal Ana Maria Ramalho. As crianças saíram da escola em busca de brincadeiras antigas. Para isso, entrevistaram diversas pessoas no entorno da escola. “Algumas brincadeiras nem mesmo nós conhecíamos”, afirma Kátia Cunha, coordenadora da atividade. “Foi uma experiência marcante, não só para as crianças.”

A comunidade escolar foi envolvida à medida que todos deram sua contribuição. Vários estabelecimentos foram visitados: locadora, banca de jornal, barraca de doce. De volta à escola, as crianças contaram todas as brincadeiras que aprenderam, na maior empolgação. Todos conheciam brincadeiras como amarelinha, cinco marias, bolinha de gude, cantigas de roda, passa anel, roda pião e empinar pipa todos, mas não foram poucas as desconhecidas.

“Foi o dia mais divertido de todos aqui na escola”, conta Mariana Borges, de oito anos, que espera que tal atividade aconteça de novo. “Me senti uma repórter de verdade”, emenda Vitória, 9 anos, amiga de Mariana. O projeto pretende organizar e selecionar algumas dessas brincadeiras antigas para colocá-las em prática com as crianças menores. “Esse trabalho nos permitiu trazer de volta aquelas brincadeiras antigas que as crianças de hoje não conhecem”, explica a coordenadora da atividade. “Resgatar essas brincadeiras significa resgatar nosso passado, e não deixar que ele caia no esquecimento.”

O respeito à sabedoria popular e, principalmente, aos mais velhos representam vários aprendizados que esse projeto desenvolveu. Isso melhorou o envolvimento das crianças, dos coordenadores e da comunidade escolar.


Interatividade:
Conte para nós qual foi o dia mais divertido de sua passagem na escola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário