quinta-feira, 25 de junho de 2009

Dançando no intervalo

JARDIM PERNAMBUCO

Dupla de professoras aproveita o horário intermediário para aulas de dança
por Nanny Rabello

Em 2008, quando o horário integral foi implantado no Colégio Municipal Ivonete dos Santos Alves, em Jardim Pernambuco, havia muitas deficiências de atividades específicas, pela falta de mediadores na escola. Apesar de ainda existirem poucos profissionais, o trabalho está fluindo muito bem. Para acabar com essa deficiência, duas funcionárias da escola tiveram uma idéia, usar o tempo de intervalo para aulas de dança.

A secretária e ex-professora Samia Cristine Sales e a coordenadora de aprendizagem Albertina Campos aproveitaram o horário intermediário entre os horários da manhã e da tarde para ensinar dança para os alunos, por conta própria. E agora que tudo se ajeitou e as oficinas estão funcionando perfeitamente bem, as crianças não querem que a aula de dança acabe!

Samia dá aula de dança do ventre e jazz para as meninas mais novas e a oficina acontece em dois dias aleatórios na semana, pois o horário da professora no colégio é móvel. “É uma coisa que eu gosto de fazer com eles” conta. Já Albertina ensina meninas e meninos entre 8 e 11 anos a dançar Hip Hop e conta que as crianças adoram! “É uma das oficinas que mais chama atenção”. Ambas dão aulas de dança em outros lugares.

Até o ano passado havia a parceria de uma academia, onde as crianças ensaiavam. Agora eles praticam na própria escola, e ensaiam bastante, pois sempre que há uma culminância na escola, o que não é raro, as crianças se apresentam com uma coreografia nova. Samia já está preparando a coreografia da ‘Sola da Bota’ para a festa junina da escola, que acontecerá no dia 11 de julho. “Elas nem se importam de não apresentar nada, o negócio delas é dançar!”, comenta.

E as professoras sempre trazem novidades para as aulas, incorporando passos indianos e outros tipos de sons à suas oficinas. Albertina diz que gosta de trabalhar com músicas nacionais em sua oficina. “As crianças gostam muito de funk, então tentamos inserir outros sons para que eles saibam que há outras formas musicais de se expressar”, diz. Segundo a professora, a coreografia que as crianças mais gostaram de apresentar foi “Please Don’t Stop The Music”, da cantora americana Rihanna.
Com a adoração das crianças e o incentivo dos pais, essa oficina tende a crescer e melhorar cada vez mais, o que é muito bom para as crianças e alegra muito as duas professoras do horário intermediário do Ivonete.


Interatividade:
Conte para nós outras iniciativas independentes como essas, dentro do espírito "o Bairro-escola é você quem faz".

Nenhum comentário:

Postar um comentário