quinta-feira, 18 de junho de 2009

Passagem obrigatória

MIGUEL COUTO

Mercado Popular é o grande ponto de encontro da URG de Miguel Couto
por Camilla Medeiros

O Mercado Popular reúne diariamente pessoas vindas dos arredores de Miguel Couto. É oriundo de uma feira livre que existia no bairro e dividido em boxes. Oferece todo tipo de produto: alimentos, bebidas, artigos de beleza, entre outros.

As pessoas que ali trabalham têm algo mais em comum além do passado na feira livre: o amor ao bairro.

Cláudio Silva, morador de Miguel Couto há mais de 30 anos, trabalha no box de uma peixaria e conta que aprendeu a profissão com o pai pescador. Segundo ele, é visível o desenvolvimento do bairro. “Fico muito contente e orgulhoso em saber que de algum modo participei disso, pois toda a minha vida trabalhei aqui”, conta.

Raimundo Araújo, conhecido popularmente por ‘Seu Araújo’, conta que o que o atraiu para Miguel Couto foi a hospitalidade e a humildade do povo. “Já morei em vários lugares: Copacabana, Botafogo, Pavuna, mas nunca encontrei povo igual a esse” confessa ele, que ama o bairro no qual constituiu família, educou os filhos e conseguiu ter seu próprio negócio.

O Mercado Popular deu a essas pessoas a oportunidade de ter um trabalho autônomo, e o movimento de compradores é constante. Miguel Couto, antigamente conhecido como Passagem, é hoje referência no comércio, atraindo pessoas de toda redondeza.

Seu Pedro Castro, de 72 anos, já é aposentado, mas continua trabalhando em sua lanchonete dentro do Mercado Popular. “Já tentei ficar em casa como aposentado, mas eu gosto muito desse lugar. Trabalhando aqui há tanto tempo, fiz amigos e companheiros dos tempos da feira que até hoje vem aqui”, conta. “A freguesia me acompanhou e, mesmo não podendo vender bebidas alcoólicas aqui dentro, meus clientes continuam me prestigiando.”

O Mercado Popular é mais do que um local de compra e venda de produtos e serviços. “A gente aqui dentro se conhece e cria laços que continuam lá fora”, diz Marta Silva, assídua nas compras.

Para quem ainda não conhece, o Mercado funciona de segunda a sexta, das 7h às 21h. Sábados, domingos e feriados, ele funciona das 7h às 14h.


Interatividade:
Qual é o produto ou serviço do Mercado Popular que você recomendaria para qualquer pessoa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário