sexta-feira, 18 de abril de 2008

As Duas Caras do Brasil

A violência das grandes cidades e a escassez da Educação brasileira apaga os atributos que há no Brasil.

Por Carolina de Alcântara
Imagens - Gabriela Gama

Ao pensar no Brasil pode-se notar um país fascinante em termo de cultura, lazer e diversão. A sua formosura e as suas riquezas são o centro de atenção para diversos estudiosos e curiosos, ou seja, o público em geral. Porém, no Brasil, existem problemas relacionados à violência das grandes cidades e à escassez da educação. Esses problemas acabam apagando o que há de mais belo em nossa nação, fato que influencia até a memória afetiva e social das pessoas.

É notavel que há muitas belezas naturais no Rio de Janeiro e em todo o Brasil que atraem pessoas de diversas idades e lugares. Uma das principais atrações da cidade é o Cristo Redentor, que é uma das sete maravilhas do mundo. Pessoas de todas as partes do mundo e do Brasil vêm conhecer o Rio de janeiro e os seus atrativos. A maioria dos estrangeiros que vêm para o Brasil não vão para casa sem antes ir visitar a praia de Copacabana.
“Fui a São Paulo fazer negócios e depois decidi ir ao Rio de Janeiro para passear. Gostei muito da praia de Copacabana e achei os brasileiros muito simpáticos”, comenta Li e Bai, dois turistas chineses.
Por outro lado, nem tudo é rosa. Muitos turistas que vêm para o Brasil com a intenção de se divertir, acabam vindo e sofrendo algum tipo de agressão devido à violência das grandes cidades. Muitos têm as suas câmeras digitais e outros aparelhos roubados pelos “pivetes” e alguns acabam perdendo o que há de mais importante: a própria vida. Será que dá para continuarmos vivendo em um País assim? Um país onde falta paz...
Não são apenas os turistas que são atacados. Trabalhadores, estudantes e idosos também estão nesta mesma situação. Um país que é tão rico em belezas naturais, mas tão pobre em segurança... Não podemos ficar com os braços cruzados esperando a ajuda cair do céu. É necessário exigirmos o nosso direito de paz...
Deveríamos protestar e lutar por um mundo melhor, onde nossos descendentes possam desfrutar do que conquistamos com nossas próprias mãos e olhar para nossa história com orgulho e admiração. Investir na educação é investir no futuro do país. Muitos jovens estão se perdendo no mundo da criminalidade e das drogas porque não houve realmente um investimento na educação. É necessário criar quadras poliesportivas, teatro, aulas de danças, natação nas escolas e entre outras atividades importantes que ajudaram os jovens no desenvolvimento social, afetivo e psicomotor.
É preciso dar um basta nesta utopia de que a Educação Brasileira seja de um ‘Brasil para todos’. Na verdade vivemos em um país que é para as elites, onde o pobre é sempre esquecido. Basta observar como anda a educação nas escolas públicas do Brasil, que são frequentadas por pessoas que não têm recursos financeiros e, conseqüentemente, não têm como arcar com as despesas de uma escola de qualidade.

Somado a isso, temos a baixa remuneração dos professores, que é uma profissão digna de respeito e indispensável em todo o Brasil. Os professores carecem de valorização profissional por parte dos nossos respectivos governantes que não dão a mínima para educação e só sabem falar e falar, mas atitude mesmo, é zero. Precisamos de pessoas realmente comprometidas com a verdade e não com a mentira, pois falar é fácil. E a ação como é que fica? Promessas, promessas e mais promessas... Chega!
Vamos dar um basta nisso e começar a avaliar os nossos candidatos. Devemos votar em quem realmente mostra ter empenho em solucionar os problemas existentes em nossa pátria e cobrar daqueles que, hoje, têm nas mãos o poder de fazer.

3 comentários: