quarta-feira, 16 de abril de 2008

As armas de Jorge

Esta semana começa a 50ª festa de São Jorge no Centro, com o tema Um guerreiro na missão evangelizadora.

por Bruno Marinho e Carolina Fernandes
Imagens - Bruno Marinho
A paróquia Nossa Senhora de Fátima e São Jorge está em festa. Nesse dia 23, a comunidade celebra o jubileu da festa de São Jorge no Centro, que a cada ano atrai mais pessoas à igreja. Nós estivemos na paróquia e conversamos com o pároco Davenir Andrade, para que ele nos explicasse o fenômeno que é a devoção ao Santo Guerreiro. Para ele, essa veneração é forte devido à figura de luta e vitória encarnada por São Jorge.

- Antes de ser São Jorge, o santo, ele era Jorge – contou-nos o sacerdote.

Esse Jorge humano nasceu na Capadócia (atual Turquia) no ano de 280 D.C e foi criado por seus pais para o amor e a fé. Depois da morte do pai, ele entrou na vida militar e logo foi crescendo de posto, devido ao seu empenho.

- Tornou-se o Conde de Capadócia e caiu nas graças do imperador Diocleciano.

Porém, a partir de um encontro pessoal com Cristo, Jorge passou a servir o Nosso Senhor, praticando a caridade e o amor entre os pobres.

- Ele chegou a doar os seus bens – disse-nos Davenir.Ser um cristão naquela época era proibido e as autoridades o denunciaram ao imperador. São Jorge foi então torturado e decapitado depois de afirmar que era servo de Jesus.

A festa é um grande acontecimento desde o século XIX. Mas ela se tornou popular no Brasil devido à veneração dos escravos, que se identificaram com a história de São Jorge.

- Ele foi açoitado como eles – comparou o pároco. – Ele foi preso e torturado como eles.

Essa veneração só fez crescer com o chamado sincretismo religioso. As religiões afro-brasileiras se apossaram da sua figura de grande guerreiro, semelhante à de Ogum.

Mas a devoção a São Jorge vai muito além do catolicismo e do umbanda.

- Ano passado, um jovem evangélico me procurou no final da festa – lembrou. – Ele pediu para ver o São Jorge, pois, para ele, o santo é um herói. Um evangélico! Ele não é uma exclusividade nossa porque é uma encarnação de alguém que está na batalha, na luta contra o mal.

Programação:

18/04- Convocados para a Missão, com poder e autoridade Missa da misericórdia: 07h30 e 18h30

19/04-Enviados para proclamar o Reino de Deus e a curar Missa da saúde: 16h 30

20/04- Nova Iguaçu: Terra de Missão Missas: 07h, 09h, 12h, 19h

Almoço Comunitário-13h

21/04-Memória de guerreiros Missionários de Nova Iguaçu Missas: 07h30 e 18h30

22/04- Missão: Evangelizar os pobres e os jovens Missas: 07h30 e 19h

23/04 dia do Padroeiro
Alvorada festiva-5h Missas: 06h, 07h, 08h30, 10h, 12h, 15h, 16h, 18h, 20h e 21h30

Procissão: 17h

Angu de São Jorge: 13h

Não percam essa festa de meio século!!!

acesse os links para mais informações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário