sexta-feira, 8 de maio de 2009

O mundo precisa de Caíque

Pedreiro aproveita show para pedir paz
por Lucas Lima

Entre 30 mil pessoas, uma delas conseguiu se destacar de maneira curiosa. Na primeira filha, bem próximo ao palco do Show do dia do trabalhador, se encontrava o servente de pedreiro Carlos Henrique do Nascimento, de 40 anos.

Mais conhecido como Caíque, o servente segurava uma placa de papelão com a seguinte mensagem: "O mundo precisa de paz. Chega de violência."


De maneira super-descontraída, ele curtia o show sem se importar com a multidão que o sufocava, impedindo-o às vezes de segurar a placa. “Acho muito bom a Prefeitura fazer esses shows”, diz.

“Essa placa é uma mensagem que levo em todo o show que vou”, conta. “O mundo está perdido, estou cansado de tanta violência. Ainda não tenho filhos, mas quando os tiver, não quero que eles andem em um mundo tão violento. Os jovens de hoje só querem saber de vida fácil.”

O pedreiro não perde um show da Prefeitura. “O último que fui foi o do Zezé di Camargo e Luciano, e foi ótimo”. Para garantir seu lugar na chamada fila do gargarejo, Carlos Henrique às 14h30. Elba Ramalho, ao final de sua apresentação, leu a placa de Carlos e agradeceu-o pela iniciativa. “Valeu a pena”, afirma o morador do bairro da Posse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário