terça-feira, 6 de maio de 2008

Sociedade Brasileira para o Progresso da Baixada

Nova Iguaçu e Duque de Caxias sediam evento cientifico e tecnológico que discute desenvolvimento sustentável.

Por Flávia Ferreira
Imagens retiradas do site da SBPC


Nova Iguaçu e Duque de Caxias serão palco, dos dias 7 a 9 de maio, da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência). O tema da reunião é "Educação e Ciência para o Desenvolvimento Sustentável da Baixada Fluminense". Segundo Joana Nunes, secretária adjunta da Secretária Municipal de Monitoramento e Gestão, trata-se de um tema altamente pertinente a nossa realidade "Só poderemos resolver os problemas do estado se pensarmos na Baixada primeiro. Então, tudo que tem a ver com educação, desenvolvimento e ciência são questões que estão diretamente ligadas à sustentabilidade do nosso município", diz ela.

A SBPC é uma instituição sem fins lucrativos, que reúne professores, estudantes de todas as áreas de ensino, acadêmicos, pesquisadores e cientistas. Ela acontece uma vez por ano em seu formato original, sempre em alguma capital importante do país. Além disso, essa sociedade apresenta um formato regional. De dois em dois anos, escolhe-se uma região brasileira para sediar o encontro, que discute temas referentes à região. A Baixada reunirá esse formato regional.

A programação deste encontro envolve todas as áreas do conhecimento: de cinema à saúde, passando por teatro, literatura, educação e esporte. Por isso, a organização do evento está fazendo uma convocação geral da população da Baixada. A Secretária de Monitoramento e Gestão é a secretária executiva da SBPC em Nova Iguaçu. Ela ficou responsável por mobilizar os municípios vizinhos e convidar secretários, empresários, escolas e ongs. Estarão presentes os Prefeitos Lindberg Farias e Washinton Reis, respectivamente de Nova Iguaçu e Caxias. O Ministro Mangabeira Unger, da Secretaria de Planejamento de Longo Prazo, e a Ministra Dilma Russef, da Casa Civil, virão para a solenidade de encerramento.

O evento terá duas mesas de referência. A primeira, na qual serão debatidos os 20 anos do SUS (Sistema Único de Saúde), acontecerá no SESC de Nova Iguaçu, na quinta-feira 8, às 19h. Participarão desta mesa a deputada Lucia Souto, o sanitarista Antonio Ivo de Carvalho (Fiocruz), a economista Laura Tavares (Instituto de Economia da UFRJ), Marcos Souza (Hospital Geral de Nova Iguaçu), e o ex-ministro da Previdência Rafael de Almeida Guimarães. A segunda mesa, dedicada à educação universal, terá Tereza Cruvinel (TV pública) Muniz Sodré (Biblioteca nacional), Maria Antonia Goulart (Bairro Escola) e o ex-secretário estadual de educação Nelson Macula.

A secretária adjunta, Joana Nunes, faz um apelo para que a população participe do debate proposto pela SBPC, pois não é possível desenvolvimento sustentável sem mobilização da sociedade. “A sustentabilidade tem um significado mais amplo do que a gente pensa”, diz Joana Nunes. "É um guarda-chuva embaixo do qual todos nós estamos.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário