terça-feira, 28 de abril de 2009

Família aberta

Escola Aberta do Rancho Novo coloca street dance ao alcance de todos
por Camila Elen e Robson Lopes

A Escola Aberta é um dos braços do Bairro Escola. Graças a esse projeto, todos os fins de semana as escolas municipais de Nova Iguaçu são abertas para que a comunidade desenvolva atividades que aprimorem suas habilidades, sejam elas motoras ou cognitivas. Uma das atividades que mais atrai jovens na Ozires Neves, no Rancho Novo, é a Black Stylle Family, comandada pela oficineira Agatha Alves de Oliveira.

“A Black Stylle Family trabalha com os jovens das proximidades da escola através dos mais variados estilos do street dance, com uma pitada de hip-hop e influências até mesmo da tradicional capoeira”, explica a oficineira. Os movimentos coordenados, ousados e muitas vezes velozes da Black Stylle Family se repetem há quase um ano.

Quando começou, a família Black Stylle tinha apenas cinco jovens. Além de conseguir manter a motivação do grupo inicial, Agatha de Oliveira conseguiu atrair muitos outros jovens da comunidade. “Fico feliz em ver que agora falta espaço na sala”, comemora a oficineira.

Agatha de Oliveira também comemora o fato de que a chegada de novos membros para a família não comprometeu a qualidade do trabalho. “Fiquei impressionada com alguns meninos, eles estão dançando pra caramba”, afirma. Um dos cinco remanescentes do primeiro grupo, o dançarino Maicon Christian acredita que a Black Family se tornou uma referência dentro de Rancho Novo. “Os jovens estão evoluindo absurdamente.”
O fato de o projeto ser gratuito dá oportunidade para que muitas pessoas conheçam a cultura das ruas. “O projeto deu mais oportunidade pra gente”, afirma Douglas, que lembra o fato de que, no Centro de Nova Iguaçu, aulas semelhantes custariam o olho da cara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário