terça-feira, 7 de abril de 2009

Cheio de gás

por Luíza Alves

Luciana de Farias Silva, de 22 anos, moradora do Bairro Comendador Soares, conheceu o projeto por intermédio de uma amiga que já trabalha no Bairro-Escola. Cursou Petróleo e Gás na universidade Estácio da Sá, mas viu no projeto uma oportunidade de expandir os conhecimentos obtidos na faculdade. É a primeira vez que dá aulas para crianças, mas já tem uma oficina preferida. “Achei o projeto muito interessante”, diz ele, que no momento só trabalha no Bairro-Escola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário