segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Recompensa rapidinha
Por Thamires Folly de Azevedo

Eu sou Thamires Folly, 19 anos e moro em Nova Iguaçu.

Terminei o segundo grau e estou tentando entrar em uma faculdade.

Este é o meu primeiro ano prestando vestibular para uma universidade pública - a UFRJ.

Mas enquanto eu não entro, fico trabalhando em um "servicinho" pra juntar uma grana pra facul e outras despesas.

Enquanto eu coloco currículo nas lojas de Nova Iguaçu, fico trabalhando em uma barraca de pasteis.

É meio frustrante, pois sou louca para entrar em uma faculdade e a barraca fica justamente na porta da UNIG!!

O ruim deste trabalho é que ele é meio cansativo. Tudo bem que eu trabalho das 17h às 22h, mas, mesmo assim, ter que ficar de pé nesse horário todo é muito desgastante.

Mas não me importo se for muito cansativo. O que vale, o que é extremamente importante, foi eu ter encontrado um trabalho.

Sei que é besteira minha, mas sempre pensei que seria independente antes de completar 25 anos de idade. Acho que vou ficar maluca se não for!!!

Às vezes, sonho com essa independência. Fico pensando como seria a minha vida no futuro. Chego até a pensar qual é a origem da vida!!! Hihihihi

Mas o meu problema de arrumar um trabalho decente é que sempre alguém diz que vai me dar um emprego bom e que me pague o que eu mereço. Mas agora, quando alguém vem me dizendo esse monte de mentiras, eu digo logo: "Amigo, eu só acredito no semáforo!" Hihihihihi

Bom, nessa minha história, eu sei que no final sempre vale apena sofrer um pouquinho, pois rapidinho chega ao final do mês uma recompensa.

Um comentário:

  1. gostosaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!

    ta fd...

    Fátima Bernades q se cuide !!!!!

    rsrsrsr

    vc nasceu pra isso!!!

    amo-te demais!!!

    "hihihi"

    ResponderExcluir