quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Viciadas em saúde

Idosas da Santa Eugênia ocupam as calçadas do bairro todas as manhãs
por Lucas Lima

Preocupadas com o bem-estar físico e mental, cada vez mais pessoas têm se preocupado com o saudável hábito da caminhada. Não tem sido diferente no bairro de Santa Eugênia. Todas as manhãs, uma revoada de senhoras disputa as calçadas do bairro com as crianças que estão indo para as escolas. Ao contrário dos estudantes, no entanto, elas continuam sendo vistas durante os meses de verão.

Um dos pontos de encontro dessas senhoras é a associação de moradores do bairro, onde sempre chegam em grupo. O advogado Paulo Barboza, 56 anos, tem uma tese para ser uma exceção na caminhada. “A mulher é mais responsável e leva as coisas mais a sério”, acredita ele. Para Barboza, uma prova disso é a diferença de viúvas para viúvos. “Elas existem em número muito maior.”

Há também uma explicação que as mulheres façam a sua caminhada nas primeiras horas da manhã. “A caminhada matinal libera endorfina no organismo”, conta a aposentada Maria Vieira, 69 anos. “Essa substância química, liberada pelo cérebro, aumenta o bem-estar e diminui o estresse.” A endorfina é uma substância tão poderosa, que muitas pessoas se dizem ‘viciadas em atividades físicas’.

Vida melhor
A maioria das pessoas que praticam esse tipo de atividade só levanta da cama com os primeiros raios do sol depois de levar um susto com a saúde. “Fiz alguns exames há mais ou menos um ano e o meu médico disse que o meu colesterol estava altíssimo”, revela Paulo Carvalho, 55 anos. A caminhada matinal se tornou um santo remédio. “Depois que comecei a caminhar, minha saúde melhorou consideravelmente, meu colesterol abaixou e eu vivo muito melhor.”

A aposentada Vera da Cruz Evangelista, 70 anos, pode ser vista pelas calçadas da Santa Eugênia há cerca de cinco anos. Ela caminha cerca de uma hora por dia e, quando chega em casa, faz exercícios de alongamento. “Meu médico recomendou essas caminhadas depois de diagnosticar problemas como colesterol alto, osteoporose e nas pernas.”

Os benefícios da caminhada podem se tornar um estorvo se ela não for precedida de alguns cuidados. Mais importante do que a roupa, por exemplo, é o tênis: ele deve ser confortável e adequado, com amortecedores. Outra dica importante diz respeito à necessidade de alongamento antes e depois da atividade, para que os músculos sejam aquecidos e para que voltem à sua circulação normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário