sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Lei dos 15 minutos: verdade ou lenda?

Demora no atendimento revolta clientes

Por Bruno Marinho

Consumidores passam o dia todo no banco em Nova Iguaçu. A agência do BANCO DO BRASIL, no centro do município, está demostrando todo o sua falta de respeito ás centenas de pessoas que tem seu dinheiro depositado nele. As pessoas, que ficam em média 5horas na fila dos caixas, passam mal e são expostas à ignorância e a falta de respeitos dos funcionários.
-Infelizmente os bancos não estão tendo o devido respeito com seus clientes, as filas continuam enormes e o tempo de espera é horrendo. Nos primeiros dias úteis de cada mês, a cena é a mesma: agências lotadas, funcionários estressados e clientes a beira de um ataque de nervos. Isso sim é respeito ao Cliente. A lei que deveria ser aplicada pelas autoridades competentes não é fiscalizada - disse Valdir Lima.

A lei diz que o atendimento nas filas de caixa e outros serviços bancários devem ser executados no prazo máximo de 15 minutos em dias normais e 30 minutos em dia que antecede feriado, porém, as pessoas passam em média 8 horas na fila para receber. O pior é que essa não é uma realidade somente iguaçuana, mas de todo o país. Uma pesquisa divulgada no site Cidadão-Repórter descobriu várias denuncias e reclamações contra o Banco do Brasil. O gerente do banco alega que não há caixas suficientes para agilizar o atendimento.

Essa semana o Procon assinou uma parceria com o Banco Central, para que as suas reclamações e denuncias sejam encaminhadas e as medidas cabíveis sejam tomadas.Os Bancos que não se adequarem às normas podem receber multas e pagarem indenizações aos consumidores que sofreram danos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário