quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Unidos para mudar

Seminário na CDL demonstra que várias cabeças pensam melhor que uma
Por Bruno Marinho
Os representantes das coordenadorias e secretarias de Participação Popular, da Infância e Juventude, Valorização da vida e Prevenção da Violência, Meio-Ambiente e Projetos Urbanos, se reuniram no auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas, no dia 5 de novembro, para refletir sobre a atuação das mesmas dentro do Bairro-Escola, um projeto do governo Lindberg Farias que integra a escola ao bairro para que as crianças tenham, além do horário integral, atividades extracurriculares dentro do sua comunidade com a ajuda dos moradores.
No início da palestra a coordenadora geral do Bairro-Escola, Maria Antônia Goulart, fez a apresentação e o direcionamento do seminário.

- Vamos produzir um olhar coletivo de tudo que estamos fazendo, ler o conjunto de ações das secretárias e juntar as experiências em uma ação com todas as coordenadorias- disse ela.

Os principais problemas apontados pelos participantes foram: a falta de comunicação entre secretarias do Bairro-Escola, os espaços para as atividades e os colaboradores. Contudo, houve o levantamento dos grupos atuantes como: os ComVidas, o GRAAL, Escola Aberta ,áreas de esportes em clubes esportivos, aulas de basquete e outras melhorias na estética, iluminação e pavimentação do bairro.
No final do seminário foi apresentada a Escola Agência de Comunicação do Bairro-Escola, que vem para fazer a ligação entre as coordenadorias e secretarias do projeto, além de repercutir as ações que ocorrem na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário