quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Jota Rodrigues: mais de meio século de poesia popular

“O bom artista nem sempre é visto pela sua boa arte, mas sim pela simplicidade”
Por Rodrigo Valo e Saulo Ribeiro

José Rodrigues de Oliveira ou apenas “Jota Rodrigues” é poeta popular de literatura de cordel, xilogravador, grande conhecedor das plantas medicinais e, acima de tudo, um homem simples. Nascido em águas belas, sertão de Pernambuco, Jota obteve desde cedo o interesse pela arte, se maravilhava e ficava até altas horas ouvindo seu pai, José Salustiano, lavrador e violeiro repentista, tocar depois de um dia de trabalho.


Em 1946, José escreve o seu primeiro folheto: “Cordel tiatro e curtura da roça” e no início de 64 o poeta chega a Morro Agudo, Nova Iguaçu. Depois de editar várias obras, o cordelista se apresenta à Feira de São Cristóvão onde é discriminado por ser analfabeto. Surpreso com a ignorância dos seus pares, desconhecedores da verdadeira identidade do cordel, Jota passa a procurar outros meios de divulgar suas obras e começa a apresentar sua proposta em museus, escolas, creches e universidades.


Os temas abordados pelo poeta refletem fantasia, desejos, sonhos, esperanças, fatos históricos e o sofrimento do povo. Até agora são mais de 400 obras, entre eles folhetos com oito páginas, romances com 32 e um livro intitulado “Primeira Antologia de Cordéis do Jota Rodrigues”, no qual são reproduzidos, na íntegra, 12 folhtetos do autor.


O cordelista, mesmo sofrendo diversos momentos difíceis para divulgar seu trabalho diz:


- Para viver na arte tem que viver para arte – afirma o poeta.

4 comentários:

  1. Adoro os trabalhos do Jota Rodrigues. Mal posso esperar para ele ir à minha escola. :)

    ResponderExcluir
  2. ele foi na minhaaa !!
    comprei dos cordeis!

    ResponderExcluir
  3. Você poderia me passar os contatos dele? Adoraria levá-lo a minha escola também!
    Meu e-mail: fabianaferreira@equipegrau.com.br
    Obrigada,
    Fabiana.

    ResponderExcluir
  4. Também quero: casticini@hotmail.com

    ResponderExcluir