segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Fernanda Abreu com exclusividade!

“O artista não tem o papel de formar ou transformar como os políticos.”
Flavia Ferreira e Camila Elen

Na semana passada, demos em nosso blog a dica do show da cantora Fernanda Abreu, que rolou no SESC de N.I. Nossa equipe aproveitou e foi conferir. Fernanda cantou as músicas do álbum MTV ao vivo, que balançaram a galera. Mesmo após 25 anos de estrada, ela não perde o pique e o entusiasmo. Dê uma olhadinha na entrevista que ela nos concedeu.

Como é ser Fernanda Abreu?
É fácil. Assim como qualquer outra pessoa, eu tenho responsabilidades, como cuidar de filhos e marido e a parte artística, como compor, gravar videoclipes, realizar shows.

Onde busca inspiração para montar seus espetáculos?
Primeiro surgem às músicas e depois os espetáculos. Inspiro-me em coisas variadas, mas principalmente na observação do dia-a-dia, uma conversa com um amigo, um outdoor, confissões amorosas, a situação do Rio de Janeiro. Busco com poesia falar a realidade.

Você declarou seu amor pelo Rio várias vezes, mas atualmente como você vê o Rio de Janeiro?Precisamos ter consciência se quisermos fazer algo por este estado. Nossa saída não é o aeroporto. É votar nas pessoas certas e cobrar de mesmas, afinal vivemos em uma sociedade e para torná-la mais justa e igual temos que cobrar não só dos nossos dirigentes, mas de todos.

O que você, como formadora de opinião, pode fazer para torna esta sociedade mais justa?
O artista não tem o papel de formar ou transformar como o político, o qual você vota e que cria leis e emendas, entretanto nós temos uma ascendência muito grande perante as pessoas, nesse ponto podemos ser vetores nessa transformação.

Manda um recado para os jovens que querem fazer algo pelo Rio.
Vocês vão herdar o Rio, então, se não fizerem nada vai ficar cada vez pior. A idéia e se conscientizar e tentar ver saídas e soluções. Ter sempre a cabeça no lugar. Contem comigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário